Apple lança M1: o “núcleo de CPU mais rápido do mundo”

Avatar de Redação
10/11/2020 às 16:35 | Atualizado há 4 anos
Outros destaques

O M1 é o primeiro chip Arm feito pela Apple Silicon e oferece “desempenho de pico de PC usando menos de um quarto da energia”.

A Apple acaba de dar detalhes do chip M1 que irá alimentar a próxima geração de produtos Mac. O System on Chip (SoC) de 5nm baseado em Arm possui uma CPU de 8 núcleos, 8 núcleos de GPU, um coprocessador neural de 16 núcleos e um enclave seguro atualizado.

Apple M1 SoC

O SoC é “de longe o CPU de melhor desempenho que já criamos”, de acordo com John Ternus, VP de engenharia de hardware que deu detalhes do Chip M1 durante o evento One More Thing da Apple em 10 de novembro.

Apple Silicon Touches Down

O novo SoC irá equipar a próxima geração do MacBook Air, MacBook Pro e Mac Mini e combina alto desempenho com baixo consumo de energia. Parece ser uma atualização significativa, muito parecido com o redesenho do iPad Air recentemente anunciado.

A CPU contém quatro núcleos otimizados para velocidade e quatro projetados para eficiência, combinados com transferência de dados de baixa latência entre os componentes do sistema. Thunderbolt e USB 4 são suportados pelo novo SoC, que apresenta processamento avançado de sinal de imagem e mecanismos de codificação e decodificação de mídia.

Alto desempenho com baixo custo de energia foi o foco principal da revelação, e o novo hardware supostamente oferece melhor desempenho de CPU por watt do que qualquer coisa disponível atualmente. A Apple afirma que o M1 oferece o mesmo desempenho máximo de uma CPU de PC com apenas um quarto do consumo de energia.

O desempenho de baixo consumo de energia também se estende à GPU de 8 núcleos, que a Apple diz ser atualmente o sistema gráfico integrado mais rápido do mundo.

A Apple está usando arquitetura de memória unificada, permitindo que a CPU e a GPU acessem endereços de memória única compartilhada, aumentando significativamente a largura de banda de dados e reduzindo a latência.

Se funcionar da maneira que a Apple está dizendo que funcionará, o M1 será um primeiro lançamento ousado para a Apple Silicon. Nas próprias palavras da Apple, “O Mac nunca teve uma atualização de chip tão profunda.”


.

Fonte

Se você gostou do artigo, nos acompanhe no Google Notícias, Facebook, Twitter e Telegram para ter acesso imediato a tudo.
Avatar de Redação
Os artigos assinados por nossa Redação, são artigos colaborativos entre redatores, colaboradores e/por nossa inteligência artificial (IA).
SUGESTÕES PARA VOCÊ