Ensaio fotográfico feminino: dicas para fazer com celular

Dicas incríveis para fazer um ensaio fotográfico feminino profissional usando um telefone celular
Avatar de André Luiz
11/06/2021 às 17:44 | Atualizado há 3 anos
Ensaio fotográfico feminino: dicas para fazer com celular 1

Muitos procuram maneiras de como fazer um ensaio fotográfico feminino usando um celular como. Isso acontece porque as câmeras dos smartphones estão ficando mais avançadas a cada nova geração, enquanto os aplicativos usados para capturar, editar e compartilhar fotos tornaram-se mais intuitivos.

Portanto, não é surpresa que as pessoas estejam enviando bilhões de fotos para a internet diariamente, particularmente em redes sociais como Instagram, Facebook e Twitter.

A fotografia é a linguagem das mídias sociais, e o smartphone é uma ferramenta. A cada dia mais fotográfos usam seu perfil e divulgam fotos como um ensaio fotográfico feminino feitos totalmente com celular.

Mas vamos ao que interessa, você gostaria de aproveitar ao máximo a tecnologia de câmeras de celulares que estão cada vez mais capazes que está sendo colocada dentro dos smartphones? Mostraremos aqui algumas dicas e truques básicos.

1 – Mantenha a lente limpa

limpe a lente do celular ensaio fotografico feminino

Isso pode parecer óbvio, mas é algo que muitas vezes passa despercebido. Smartphones tendem a passar muito tempo em bolsos e mãos, juntando poeira e impressões digitais que podem cobrir a lente. Se você pretende fazer um ensaio fotográfico feminino com seu celular, a dica é limpar as lentes.

Uma lente suja muitas vezes resultará em imagens que parecem nubladas, já que os óleos e a sujeira podem difundir e difundir a luz entrando na lente. Se acontecer de você carregar um pano de microfibra, use-o. Se você não fizer isso, um simples lenço com uma área limpa e sem sujeira da camisa deve fazer o trabalho em uma pitada, mas cuidado que as fibras de roupa poderiam arranhar a lente.

2 – Tente usar a regra dos terços

A “regra dos terços” é uma “regra” composicional na pintura e fotografia, e continua sendo um projeto útil para obter uma composição decente, principalmente se o assunto do seu trabalho seja um ensaio fotográfico feminino. A ideia por trás da regra é que as fotos são mais interessantes quando seus sujeitos se alinham com linhas imaginárias que dividem a fotografia em terços, tanto horizontal quanto verticalmente.

Fotografar assuntos ligeiramente fora do centro muitas vezes cria uma imagem mais “equilibrada”, e dá uma maior sensação de espaço e movimento. Isso contrasta com fotos que colocam o sujeito morto, o que tende a resultar em fotos que parecem mais artificiais.

Para começar, imagine uma grade que divide sua foto em nove partes. Se você não pode imaginar, não se preocupe — a maioria dos aplicativos de câmera, incluindo os aplicativos de câmera de estoque em dispositivos Android e iOS, vêm com a opção de mostrar uma grade de três por três.

Na foto acima, por exemplo, o tronco da estátua do elefante está alinhado ao longo de um dos eixos verticais, enquanto a rua está alinhada ao longo de um eixo horizontal. Além das linhas de grade, os pontos de intersecção ao longo das linhas também são úteis. O olhar do espectador é atraído por esses pontos; colocar uma característica importante perto de um desses pontos de intersecção – os olhos de uma pessoa, por exemplo – concentrará a atenção do espectador nessa característica específica.

Apesar do nome, a regra dos terços é mais uma diretriz do que uma regra de fato. Dependendo da sensação que você está tentando transmitir em uma imagem, uma composição diferente pode ser mais útil. Se você quer capturar a simetria de um edifício, por exemplo, colocar o assunto no centro faz sentido. A regra dos terços está simplesmente lá para fornecer um modelo fácil para criar fotos interessantes e equilibradas.

3 – Preste atenção à iluminação em um ensaio fotográfico feminino

Uma boa iluminação em um ensaio fotográfico feminino

A iluminação é, sem comparação, um dos aspectos mais importantes da fotografia. Afinal, a palavra “fotografia” efetivamente se traduz em “pintura com luz”. Em um ensaio fotográfico feminino não seria diferente.

A direção, a cor e a dureza de uma fonte de luz podem ter efeitos dramáticos em uma fotografia. É por isso que fotógrafos profissionais muitas vezes terão estrobos, refletores e outros dispositivos para manipular a iluminação durante um ensaio feminino fotográfico. Se você está usando seu telefone para tirar fotos, é provável que você esteja em uma situação onde fontes de luz estão mais ou menos fora de seu controle. Como tal, é importante aproveitar a luz que se tem, o melhor que se pode.

Uma regra geral a seguir é ter certeza de que a fonte primária de luz, seja o sol ou uma lâmpada, está atrás de você, brilhando sobre o assunto da foto. Tente visualizar o assunto de diferentes ângulos também; a luz batendo na lateral do rosto de uma pessoa pode resultar em um retrato muito diferente do que se a iluminação estiver batendo na frente de seu rosto.

Claro, como em todos os esforços artísticos, a experimentação pode ser muito melhor do que a adesão rígida. Tente aproveitar situações de iluminação estranhas como pôr do sol para fotos mais exclusivas.

4 – Evite usar flash

flash de celular google pixel

Embora muito se pergunte como montar um ensaio fotográfico externo feminino, a situação normalmente é mais difícil em ambientes internos, que precisam de iluminação. Mas cuidado com o flash.

Embora o flash seja ostensivamente bom para tirar fotos em ambientes com pouca luz, em geral, ele tende a tornar as fotos de smartphones piores do que se você fosse sem ele. Ao tirar fotos, o flash pode produzir artefatos indesejados, como olhos brilhantes ou pele excessivamente iluminada — mesmo no melhor smartphone. Claro, há situações em que o flash é necessário ou até mesmo útil (tente usá-lo sob luz solar brilhante, como uma maneira de iluminar um assunto), mas na maior parte, tente usar a luz natural o mais frequentemente possível. Se você precisa absolutamente de uma fonte de luz artificial, considere um acessório de lâmpada LED que permite ajustar a temperatura, como a retratada na fotografia acima (também gostamos das caixas lumee  com LEDs embutidos).

5 – Nunca use zoom digital

Os smartphones tem evoluido muito no quesito zoom. Já fazem alguns anos que câmeras sobressalentes chegaram a eles, principalmente aqueles com zoom óptico. O motivo é óbvio: dar um zoom digital em uma foto é pessimo.

Isso ocorre porque a função de zoom na maioria dos celulares não funciona da mesma forma que uma câmera normal. Quando você usa uma câmera com zoom óptico, a lente ajusta seus elementos ópticos internos, permitindo que ela aumente ou diminua sua distância focal. O zoom digital em um smartphone não faz isso. Em vez disso, ele apenas amplia a foto, efetivamente cortando, fazendo os sujeitos parecerem mais próximos, mas com uma perda de fidelidade. É certo que o zoom digital nos telefones mais recentes, como o iPhone XS, melhorou, mas ainda evitaríamos isso.

Ensaio fotográfico feminino: dicas para fazer com celular 6
Não use Zoom digital, se aproxime.

A única boa maneira de fotografar uma mulher de longe, quando você está fazendo um ensaio fotográfico feminino, é chegar mais perto dela.

6 – Ensaio fotográfico feminino: Modos de câmera, HDR e RAW

Ao usar o aplicativo de câmera padrão, você pode notar que existem vários “modos” para escolher, bem como uma opção automática. É provável que a maioria das pessoas simplesmente deixe o aplicativo no automático. Isso permite que a câmera ajuste as configurações com base em uma variedade de fatores dentro do ambiente, desde a exposição à temperatura da cor. Tudo bem se você estiver casualmente filmando algo rapidamente. Mas às vezes você precisa de um pouco mais da sua câmera.

Usar modos específicos pode ajudá-lo a tirar melhores retratos, criar panoramas e muito mais. Tente navegar pelas várias configurações dentro do aplicativo de câmera de escolha e descubra qual o melhor modo que você está tentando capturar ou estilo que você está esperando replicar.

Uma das configurações mais úteis é HDR, ou High Dynamic Range. Esta é uma forma de captura e processamento de imagem que ajuda sua câmera a equilibrar os destaques e sombras em uma cena, permitindo assim que ela crie imagens que se assemelham melhor à forma como o olho humano vê uma imagem. Em um ensaio fotográfico feminino usando um celular, o HDR pode fazer toda a diferença para compensar a perda de qualidade quando comparado com uma câmera.

Embora varie de aplicativo para aplicativo e de um fabricante de smartphones para outro, na maioria das vezes, a função HDR tira três fotos – uma imagem mais escura, uma imagem mais clara e uma imagem neutra – e as esmaga juntas, produzindo uma imagem que transmite claramente todos os altos e baixos da cena. Esta é uma ferramenta útil para algumas situações, como fotografar paisagens ou cenas iluminadas, embora possa causar problemas quando você está fotografando sujeitos em movimento ou cenas com muita cor vibrante.

Smartphones e sistemas operacionais mais novos, permitem que você mergulhe ainda mais em modos de captura e criativos. Eles imitam modos de filmagem que você encontraria em uma câmera avançada, como prioridade de abertura, prioridade do obturador e manual completo, bem como ISO (sensibilidade) e balanço de branco. O uso dessas configurações manuais dá-lhe maior controle sobre a imagem final, em vez de entregar a roda completamente ao piloto automático. Usuários casuais vão achar esse exagero, mas em certas situações, pode ser útil. Ainda assim, um telefone não é como uma câmera “normal”, então não espere o mesmo desempenho, mas dá aos usuários mais avançados alguma flexibilidade.

Outro recurso pró-like é a captura RAW não compactada, que muitos telefones agora oferecem. Quase todos os smartphones salvam fotos como JPEGs comprimidos, um padrão de arquivo comum. Embora os JPEGs sejam bons para a maioria dos usos, os formatos de fotos RAW oferecem mais oportunidades pós-processamento, já que ele está retendo muito mais dados do que os arquivos JPEG compactados. Você pode extrair mais informações dos destaques e sombras, ajustar com mais precisão o equilíbrio de branco e, no geral, extrair mais da imagem sem perder a qualidade como faria com um JPEG.

7 – Experimente diferentes aplicativos de edição e salvando as fotos

Ensaio fotográfico feminino: dicas para fazer com celular 7

Uma das reações mais snide durante os primeiros dias do Instagram tem sido lamentar como as pessoas simplesmente jogam filtros aleatórios em fotos, dando a pretensão da arte sem qualquer tipo de intenção mais profunda. Embora seja verdade que o Instagram e outros aplicativos de edição de imagens deram às ferramentas médias de fotógrafo de smartphones que eles podem não saber usar corretamente, isso não deve refletir mal nas próprias ferramentas.

Os críticos uma vez criticaram a criação de instrumentos eletrônicos, mas ao invés de destruir a música, eles só adicionaram camadas adicionais ao processo criativo. O mesmo vale para o software de edição de imagens. Quando usados corretamente, filtros e edição digital podem ser uma ótima ferramenta para expressão. Além dos aplicativos de câmera de estoque, há multidões de outros aplicativos de câmera disponíveis para dispositivos Android  e  iOS,bem como aplicativos para edição de fotos. Experimente com diferentes aplicativos e ferramentas para encontrar o melhor visual para o trabalho.

Lembre-se que a fotografia é uma arte, e como qualquer arte, conhecer as regras é importante, assim como quebrá-las. Use as dicas acima mencionadas para melhorar a qualidade de seu ensaio fotográfico feminino, esteja usando um celular ou uma câmera profissional.

SUGESTÕES PARA VOCÊ