Quatro coisas a fazer após comprar um PC com Windows 10

Avatar de Redação
20/10/2020 às 16:20 | Atualizado há 4 anos
Image: Microsoft (modified)

O Windows 10 já tem mais de cinco anos e, sem dúvida, domina o cenário dos PCs em termos de popularidade. No entanto, também é um sistema operacional cada vez mais complexo, com uma série de opções de personalização.

Para entender tudo, aqui estão quatro coisas que você deve fazer ao ligar um PC com Windows 10 pela primeira vez. Isso também se aplica àqueles que atualizaram seus dispositivos existentes para o software mais recente da Microsoft.

1 – Verifique sua proteção contra vírus

Estamos todos lutando contra outro tipo de vírus agora, mas isso não é desculpa para deixar seu PC desprotegido.

No seu novo dispositivo (ou em um recém-atualizado), vá para Configurações> Atualização e segurança> Segurança do Windows. Na página de resumo, certifique-se de que há ‘Nenhuma ação necessária’ em ‘Proteção contra vírus e ameaças’. Se este não for o caso, clique para executar as etapas necessárias.

Por padrão, o Windows 10 usa o Windows Defender para protegê-lo de vírus e outras ameaças. Para alternativas, confira nosso resumo dos melhores softwares antivírus.

2 – Verifique as configurações de banda larga móvel

No Windows 10, você não pode desativar as atualizações automáticas. Há também um número crescente de PCs e laptops que oferecem suporte a 4G (e até 5G).

Para evitar uma combinação infeliz, em que você usa toda a sua mesada em uma atualização de software, vá para Configurações> Rede e Internet> Uso de dados. A partir daqui, você pode definir um limite de dados e evitar opções de dados em segundo plano.

Em alguns PCs, mais opções podem ser encontradas em Celular> Opções avançadas.

3 – Crie uma unidade de recuperação

É muito provável que você não tenha comprado uma cópia física do Windows 10 para o seu novo dispositivo. A maioria dos novos laptops já vem com ele instalado, enquanto a grande maioria dos softwares de PC é atualizada digitalmente.

Isso é ótimo para conveniência, mas se torna um problema se você precisar redefinir o dispositivo por qualquer motivo. Isso significa que você perderá todas as suas configurações, portanto, é uma boa ideia criar uma recuperação.

Para que isso funcione, você precisa ter um dispositivo de armazenamento flash com pelo menos 8 GB de espaço livre. Na barra de pesquisa ao lado do menu Iniciar, digite ‘Criar uma unidade de recuperação’ e selecione a primeira opção. Você precisará permitir que este aplicativo faça as alterações necessárias.

No assistente que aparece, certifique-se de que ‘Fazer backup dos arquivos do sistema na unidade de recuperação’ está selecionado e siga as instruções.

4 – Escolha as configurações da área de trabalho virtual

A área de trabalho virtual é outro novo recurso introduzido no Windows 10 e permite que você tenha várias janelas em execução simultaneamente sem que as coisas fiquem confusas. Certifique-se de personalizá-lo ao seu gosto.

Vá para Configurações> Sistema> Multitarefa. Sob o subtítulo ‘Áreas de trabalho virtuais’, você verá duas caixas suspensas. Aqui, você pode escolher quais aplicativos abertos são visíveis na barra de tarefas e o que vê ao pressionar Alt + Tab

Uma versão deste artigo foi publicada originalmente em sueco em nosso site irmão, PC för Alla. Para obter mais orientações sobre o sistema operacional da Microsoft, confira nossa gama completa de tutoriais do Windows.

Se você gostou do artigo, nos acompanhe no Google Notícias, Facebook, Twitter e Telegram para ter acesso imediato a tudo.
Avatar de Redação
Os artigos assinados por nossa Redação, são artigos colaborativos entre redatores, colaboradores e/por nossa inteligência artificial (IA).
SUGESTÕES PARA VOCÊ