VAR: como a tecnologia revolucionou o futebol

Avatar de Redação
07/05/2024 às 10:06 | Atualizado há 1 mês
tecnologia var o que é

VAR é a sigla de “Video Assistant Referee”, ou, em português, “Árbitro Assistente de Vídeo”. Uma tecnologia relativamente recente, ela vem modificando a maneira como o futebol brasileiro é jogado.

O futebol agrega tecnologias desde os seus primórdios, ainda no final do século XIX. As partidas, por exemplo, deixaram de ser um evento exclusivamente presencial para serem transmitidas pelo rádio, seguido da televisão e finalmente alcançando a internet. Tudo isso em tempo real e com qualidade.

O mesmo acontece com os elementos de dentro do campo, sempre com o objetivo de tornar o esporte um espaço mais justo para todas as partes. No caso do papel dos juízes, a tecnologia conhecida pela sigla de VAR, sobre a qual vamos falar, surge para aprimorar decisões com auxílio de imagens ao vivo.

Vamos explorar o que é o VAR, quais são os outros tipos de tecnologia associados com o futebol (dentro e fora do campo) e quais são os desafios ainda enfrentados pela implementação de soluções dessa natureza no esporte. Em todos os casos, uma coisa é certa: o futebol passa por uma revolução.

O que é o VAR?

O Árbitro Assistente de Vídeo faz exatamente o que o seu nome sugere: auxilia árbitros humanos em campo na tomada de decisões e revisão de jogadas, a fim de que os resultados sejam mais justos. A sua contribuição para partidas oficiais vem reduzindo erros de arbitragem, o que impacta o esporte.

Praticamente tudo dentro de campo pode ser revisto com o auxílio da máquina, desde gols, passando por pênaltis, cartões e posições de impedimento e chegando até mesmo à confusão de identidade. Na Copa do Mundo, maior competição internacional de futebol, o VAR começou a ser usado em 2018.

 

Quais são outras tecnologias importantes ao futebol?

Embora o VAR seja grande entre as tecnologias importantes ao futebol, ele não é o único. A ligação entre o esporte e as inovações vai muito além, incluindo mudanças na bola, grama sintética, climatização de estádios, uniformes com materiais que melhoram as performances e uma série de outras soluções.

Na internet, temos também as melhores casas de apostas 2024, as quais utilizam tecnologias para tarefas como calcular odds de que um resultado X aconteça, dividir apostas de acordo com o tipo de mercado ao qual pertencem e até mesmo escrever artigos com o auxílio das inteligências artificiais.

Nesse último exemplo, a tecnologia revolucionou não somente o futebol em si, mas a maneira como os torcedores interagem com o esporte. Quando essas ferramentas são usadas de maneira responsável, há um grande ganho ao entretenimento, algo que vai muito além do futebol jogado entre as 4 linhas.

 

Os desafios do VAR para o futuro

Assim como as inteligências artificiais e outros tipos de tecnologias, o VAR recebeu certa resistência durante suas primeiras implementações. Mesmo hoje, o árbitro de vídeo ainda não é encarado com total confiança: seus resultados dependem de decisões humanas, o que não entrega total autonomia.

Embora os principais medos associados com o VAR sejam descabidos, é válido mantê-lo em uma função auxiliar, permitindo que árbitros humanos continuem realizando seus trabalhos. Apesar disso, é questão de tempo até que a tecnologia de VAR seja capaz de fornecer julgamentos 100% precisos.

Talvez essa seja a maneira como o VAR está revolucionando o futebol: não com a tomada de espaços humanos, mas como a exigência de que humanos tomem decisões mais bem informadas e precisas. Se as coisas continuarão assim no futuro ou se haverá mudança no status quo, apenas o tempo dirá.

É correto dizer que o futebol jogado hoje é muito distinto daquele do século retrasado, quando o esporte engatinhava no Brasil. Apesar disso, um princípio permanece: a dedicação para que a experiência seja a mais justa possível para todos os envolvidos, entre atletas, juízes e, claro, torcedores.

 

Se você gostou do artigo, nos acompanhe no Google Notícias, Facebook, Twitter e Telegram para ter acesso imediato a tudo.
Avatar de Redação
Os artigos assinados por nossa Redação, são artigos colaborativos entre redatores, colaboradores e/por nossa inteligência artificial (IA).
SUGESTÕES PARA VOCÊ