Pix Automático: saiba o que é, as diferenças e como irá funcionar

O Pix automático será implantando no Brasil em 2024 e consolidará o Pix como a principal forma de pagamento no Brasil.
Avatar de André Luiz
09/12/2023 às 14:02 | Atualizado há 4 meses
Pix Automático: saiba o que é, as diferenças e como irá funcionar 1

O Banco Central do Brasil anunciou recentemente uma nova funcionalidade do sistema de pagamentos instantâneos, o Pix. O Pix Automático, que estará disponível a partir de 28 de outubro de 2024, tem como objetivo facilitar os pagamentos recorrentes de pessoas físicas e jurídicas. Neste artigo, vamos explorar como funcionará o Pix Automático, as diferenças em relação ao Pix Agendado e os benefícios que essa nova modalidade trará para os usuários.

O que é o Pix Automático?

O Pix Automático é uma funcionalidade do sistema de transferências instantâneas que permitirá realizar pagamentos recorrentes de forma automática, sem a necessidade de autorizar cada transação individualmente. De maneira similar ao débito automático, o Pix Automático possibilitará aos usuários programar pagamentos periódicos, como contas de água, luz, telefone, mensalidades, assinaturas e diversos outros serviços.

Com essa nova modalidade, os consumidores terão mais praticidade e conveniência no pagamento de suas despesas recorrentes. Além disso, as empresas também se beneficiarão com a redução de custos envolvidos nas cobranças, diminuindo a inadimplência e garantindo um fluxo de caixa mais estável.

Como funciona o Pix Automático?

Para utilizar o Pix Automático, o usuário precisará autorizar previamente as transações recorrentes em seu aplicativo bancário. Ele receberá as instruções de pagamento da empresa ou pessoa jurídica, como valores e datas, e poderá aceitar ou recusar a programação. Após a autorização, as transações serão realizadas de forma automática, seguindo a programação definida pelo usuário.

É importante ressaltar que o Pix Automático será oferecido tanto para pessoas físicas quanto para pessoas jurídicas. Enquanto as pessoas físicas terão acesso gratuito a essa modalidade, as empresas poderão pagar uma taxa ao utilizar o recurso, que será estabelecida em negociação com o banco.

Diferenças entre o Pix Automático e o Pix Agendado

O Pix Automático e o Pix Agendado são duas modalidades do sistema de pagamentos instantâneos que permitem realizar transações programadas. No entanto, existem diferenças importantes entre essas duas funcionalidades.

O Pix Automático é voltado para pagamentos recorrentes entre pessoas físicas e jurídicas. Ele permite que o usuário programe o pagamento de contas e serviços que se repetem com frequência, como contas de consumo, mensalidades e assinaturas. A autorização inicial é feita pelo usuário, que pode consultar, alterar ou cancelar as transações a qualquer momento.

Já o Pix Agendado é utilizado para pagamentos pontuais entre pessoas físicas. Ele permite agendar transferências para datas futuras, sendo útil para o pagamento de aluguel, mesadas, doações e outros pagamentos esporádicos. Cada transação precisa ser autorizada individualmente pelo usuário, definindo o destinatário e a data do pagamento.

Benefícios do Pix Automático

O Pix Automático trará diversos benefícios tanto para os usuários quanto para as empresas. Para os consumidores, essa nova modalidade simplificará o processo de pagamento de contas e serviços recorrentes, eliminando a necessidade de realizar as transações manualmente a cada vencimento. Isso resultará em mais praticidade e organização financeira, evitando atrasos e possíveis interrupções de serviços.

Para as empresas, o Pix Automático representará uma redução de custos, uma vez que não será necessário firmar convênios com os bancos dos clientes para receber os pagamentos automáticos. Além disso, a automatização dos recebimentos contribuirá para a diminuição da inadimplência e uma maior previsibilidade no fluxo de caixa.

Implementação do Pix Automático

O Banco Central estabeleceu que a oferta do Pix Automático será obrigatória para todas as instituições financeiras a partir de 28 de outubro de 2024. As empresas terão até essa data para se adequarem ao novo método de pagamento, evitando multas por atraso ou não conformidade.

As instituições financeiras que aderiram ao Pix deverão disponibilizar o serviço, seguindo os requisitos técnicos e operacionais estabelecidos pelo Banco Central. Essas diretrizes garantirão a segurança, confiabilidade, disponibilidade e acessibilidade do Pix Automático.

O Pix Automático será uma excelente ferramenta para facilitar os pagamentos recorrentes, trazendo mais conveniência e organização para os usuários. Com essa nova modalidade, as pessoas físicas e jurídicas poderão programar seus pagamentos de forma automática, garantindo o cumprimento de suas obrigações financeiras e evitando atrasos e interrupções de serviços.

Além disso, as empresas se beneficiarão com a redução de custos e a diminuição da inadimplência, tornando a gestão financeira mais eficiente. A implementação do Pix Automático será obrigatória a partir de outubro de 2024, e as instituições financeiras terão um prazo para se adaptarem às novas regras.

Prepare-se para utilizar essa nova modalidade de pagamento e aproveite todos os benefícios e facilidades que o Pix Automático oferece. Não deixe de conferir as informações disponibilizadas pelo seu banco e atualize-se sobre as novidades do sistema de pagamentos instantâneos.

Se você gostou do artigo, nos acompanhe no Google Notícias, Facebook, Twitter e Telegram para ter acesso imediato a tudo.
Avatar de André Luiz
Fundador e editor chefe da Tekimobile Midia. Além de empreender, trabalhou 20 anos com eletrônica e telecom até que decidiu se dedicar 100% na produção de conteúdo.
SUGESTÕES PARA VOCÊ