Você acredita? Olha o que a Xiaomi fez e outras fabricantes não tem coragem de fazer

Com a nova politica que envolve o sistema Android, a Xiaomi se igual a Samsung, líder absoluta de vendas no mundo
Avatar de André Luiz
17/09/2023 às 19:59 | Atualizado há 9 meses
xiaomi novo sistema

A Xiaomi anunciou que tomou uma decisão que pode mudar o mercado de smartphones, seguindo uma politica que atualmente só a Samsung faz e lidera o mercado: o calendário de atualizações de dispositivos.

Enquanto a maioria das fabricantes prometem poucas atualizações para os smartphones com Android, mesmo os topos de linha, a Xiaomi disse que pretende mudar sua politica de atualizações do sistema Android, começando com os modelos mais recentes Xiaomi 13T e Xiaomi 13T Pro.

Atualmente quem se destaca nesse âmbito é a Samsung, que chega a prometer até quatro atualizações do Android para os smartphones mais tops, nem mesmo a criadora do sistema faz isso: o Google só garante três anos de atualizações para a linha Pixel.

Xiaomi está prometendo quatro atualizações do sistema para os os novos K60 Ultra e Mix Fold 3, além do Xiaomi 13T e Xiaomi 13T Pro, já citados. Além disso, a empresa também diz que dará cinco anos de atualizações de segurança.

Curiosamente, o mais potente da empresa, o Xiaomi 13 Ultra não foi mencionado no comunicado de notícia.

Ainda não há informações se outros modelos também serão contemplados com essa politica, nem sabemos o porque do modelo Ultra, o mais potente, não estar incluido.

Se você gostou do artigo, nos acompanhe no Google Notícias, Facebook, Twitter e Telegram para ter acesso imediato a tudo.
Avatar de André Luiz
André atua como jornalista de tecnologia desde 2009 quando fundou o Tekimobile. Também trabalhou na implantação do portal Tudocelular.com no Brasil e já escreveu para outros portais como AndroidPIT e Techtudo. É formado em eletrônica e automação, trabalhando com tecnologia há 26 anos.
SUGESTÕES PARA VOCÊ