Processadores de computadores e celulares: o que são e as diferenças?

Você já deve ter percebido que os processadores estão presentes em celulares e computadores, vamos entender mais sobre eles
Avatar de Nalbert Gomes
14/09/2023 às 18:13 | Atualizado há 7 meses
Processadores de computadores e celulares: o que são e as diferenças? 1

Sempre que novos lançamentos são anunciados, os processadores são um dos grandes destaques dos dispositivos. Os lançamentos podem se tratar tanto de celulares, como de computadores. Quais são as diferentes dos processadores nesse equipamento e o que são? Vamos ver sobre isso abaixo.

Processadores de computadores e de celulares: o que são?

Dentro do mundo da tecnologia, existem muitos tipos diferentes de hardware. Saber sobre o que é tal hardware e como funciona, é essencial na hora de comprar um novo dispositivo. E isso se aplica justamente nos processadores.

O processador tem como verdadeiro nome, Unidade Central de Processamento, ou a simples sigla CPU. Essa parte do hardware é considerado como o cérebro, ou o motor de um dispositivo ou computador.

A principal função de um processador, em absolutamente qualquer aparelho, é transformar dados em informações.

processadores
(Imagem: Pixnio)

Ou seja, ele consegue fazer a leitura dos aplicativos ou programas, além de realizar as operações e os comandos. Os processadores também dão uma resposta a toda a máquina em alta velocidade. Essa velocidade é medida pela unidade de frequência Megahertz (MHz).

As velocidades que também podem ser chamadas de clocks, determinam se o processador é bom ou não. Para tomar uma decisão verídica sobre isso, é necessário analisar mais informações, como a quantidade de núcleos em si.

Quais as diferenças dos processadores de celulares e computadores?

A principal diferença entre os processadores de celulares e de computador, é a sua arquitetura em si. Isso por que celulares utilizam chips do tipo ARM, enquanto nos computadores, as arquiteturas são x86 ou x64.

Um componente ARM é baseado na RISC (Reduced Instruction Set Computer), uma arquitetura que tem como objetivo funcionar de maneira mais simples.

Já uma arquitetura x86, tem seu desenvolvimento a partir da CISC (Complex Instrucion Set Computers), que é criada justamente para funcionar em estruturas mais complexas.

Consequentemente, uma CPU de computador, vai demandar uma velocidade clock maior do que de um celular, sendo três ou quatro vezes maior, claro que depende de qual modelo é comparado. Além da necessidade de um cache maior no dispositivo em si.

placa processador
(Imagem: Pixnio)

Em comparação, os processadores de celular, tem a vantagem de usar menos energia e ocupar bem menos espaço. Dessa maneira, não é necessário um sistema de resfriamento de grandes proporções para evitar superaquecimento.

Na prática, é possível entender melhor como a diferença dos processadores funciona. Por exemplo, os processadores de computador, permitem que você trabalhe com várias abas de navegador abertas, divisão de tela, reprodução de multimídia, e tudo isso dividindo processamento com outras tarefas ao mesmo tempo.

Já nos celulares, as coisas são um pouco limitadas, mesmo que dependendo do celular, as coisas podem ser até um pouco mais poderosas. Porém, na média em si, os número de funções que o componente permite ao usuário trabalhar sem travamentos sofre uma diminuição. Seja na quantidade de abas, ou na velocidade em que cada comando ou toque será respondido.

Chipsets são processadores?

Para aqueles que estão pensando em comprar um novo dispositivo ou máquina, devem saber mais uma coisa importante. A nomenclatura do hardware é essencial, para que você não seja enganado em uma venda.

Muitas pessoas entendem que componentes como Snapdragon 8 Gen 2, ou Dimensity 9200, são os processadores de um aparelho, ou o Intel Core i9 ou um AMD Ryzen 6000 em um PC, por exemplo.

Porém, a verdade é que esses componentes não são equivalentes. Os componentes que vimos citados acima, na verdade são chamados de System-on-a-Chip (SoC), ou também conhecidos como chipset.

Um SoC consiste em um circuito integrado o qual contém uma série de componentes essenciais para o funcionamento de um smartphone.

São neles onde a CPU está contida, mas também há outras peças no conjunto, como a GPU e o modem.

Ao pegar os dois modelos mencionados, conseguimos entender a diferença. Na plataforma Snapdragon 8 Gen 2, está contida a CPU Qualcomm Kryo. Já no Dimensity 9000, você encontra o processador Arm Cortex.

processador
(Imagem: Pixnio)

Com o passar do tempo, a indústria de tecnologia em si passou a criar processadores com a arquitetura Arm para PCs.

Mais especificamente, em notebooks com maior foco em portabilidade. Entre os chips mais recentes desse tipo, podemos citar o Snapdragon 8cx Gen 3, da Qualcomm, e o Apple M2, destinado a Macbooks.

Eles levam uma série de vantagens a um computador portátil, como a diminuição do tamanho da máquina, o baixo consumo de energia, uma grande autonomia de bateria e, em muitos casos, a ausência da necessidade de sistemas de resfriamento.

Agora diga para nós, você conseguiu entender a diferença dos processadores? Conseguiu entender o que são eles? Diga para nós nos comentários abaixo e compartilhe com outras pessoas.

 

Se você gostou do artigo, nos acompanhe no Google Notícias, Facebook, Twitter e Telegram para ter acesso imediato a tudo.
Avatar de Nalbert Gomes
Gosto muito quando o assunto é tecnologia, acompanho de perto sempre me atualizando, me dedicando ao Tekimobile ao desenvoler noticias exatas, no tempo correto.
SUGESTÕES PARA VOCÊ