Samsung e Xiaomi crescem na América Latina, Motorola cai

Empresa de consultoria fez análise do mercado de smartphones na região onde, no geral, houve uma queda nas vendas
Avatar de André Luiz
12/12/2022 às 16:23 | Atualizado há 1 ano
Samsung e Xiaomi crescem na América Latina, Motorola cai 1

O mercado de smartphones na América Latina caiu 13% segundo pesquisa da Counterpoint Research, divulgada hoje (12). Mas mesmo com a queda, as líderes do segmento Samsung e Xiaomi tiveram crescimento, enquanto a Motorola que ocupa a segunda colocação teve queda de 6% facilitando a aproximação da terceira colocada Xiaomi.

Segundo a pesquisa, a Samsung atualmente detém 36% do market share latino, a Motorola chega com 22% em segundo lugar e a Xiaomi possui 13% do mercado. A Apple aparece em quarto lugar com 4% do meracdo, seguida pela Oppo com 3%.

Motorola em queda…

A Samsung  continua firme e forte da liderança, o que se repete há anos, assim como a Motorola na segunda colocação. Aqui é o único lugar do mundo onde a empresa americana (mas que a dona é chinesa) é relevante no mercado.

A queda da Motorola, segundo a consultoria, foi acentuada nos maiores mercados da região, principalmente no Brasil, Argentina e México. Apenas como exemplo, a nova série de smartphones topos de linha Edge 30 não tiveram tanto impacto assim.

Mas isso pode não durar muito. A Motorola teve uma queda de 6% em suas vendas quando comparada com o último trimestre, já no acumulado do ano, a queda foi de 1%.

Xiaomi avança

Em contrapartida, a Xiaomi avança e teve um aumento de 3% do mercado, 15% desde o lançamento do Redmi Note 11, lançado no começo de 2022.

Os motivos podem ser variados, mas na opinião desse que vos escreve, a falta de recursos (ou mesmo da qualidade) de alguns recursos em smartphones da Motorola podem estar afetando o seu desempenho.

Enquanto Samsung, Xiaomi e Apple vendem topos de linha com materiais mais premium como metal e vidro, além de proteção IP68, a Motorola continua sem usar esses materiais nos seus telefones mais caros.

Além disso, embora a empresa use na maioria das vezes os mesmos sensores de câmeras dos concorrentes, o resultado final nunca é próximo. Basta olhar rankings como do DxOMark para notar que a Motorola está bem distante da ponta da lista.

Via Counterpoint

Se você gostou do artigo, nos acompanhe no Google Notícias, Facebook, Twitter e Telegram para ter acesso imediato a tudo.
Avatar de André Luiz
André atua como jornalista de tecnologia desde 2009 quando fundou o Tekimobile. Também trabalhou na implantação do portal Tudocelular.com no Brasil e já escreveu para outros portais como AndroidPIT e Techtudo. É formado em eletrônica e automação, trabalhando com tecnologia há 26 anos.
SUGESTÕES PARA VOCÊ