WhatsApp lança ferramenta para identificar fake news

Com nova função, o usuário na hora procura na internet se aquele notícia já foi comprovada, ou não, como fake news na internet.
Avatar de André Luiz
04/08/2020 às 11:28 | Atualizado há 4 anos
whatsapp fake news

O WhatsApp lançou um nova ferramenta chamadao “Pesquisar na Web”, que permite aos usuários que receberam links encontrar rapidamente informações sobre eles na Web. Em um exemplo, o WhatsApp mostrou um link enviado por alguém que alegava que beber água fervida com alho curaria o COVID-19. O destinatário agora pode pressionar o botão da lupa para procurar informações sobre o link. No exemplo, o usuário recebe resultados da Web de sites de verificação de fatos que provam que a alegação é falsa.

O novo recurso faz parte de uma campanha mais ampla do WhatsApp para impedir que notícias falsas (fake news) se espalhem em sua plataforma. Em uma atualização anterior, setas duplas foram adicionados para informar aos usuários que as mensagens não se originaram de um contato próximo – eles informam que eles estão perpetuando mensagens em cadeia que podem ser falsas.

Em 2018, o Facebook começou a implantar uma característica que restringia quantas vezes uma mensagem poderia ser encaminhada para outras pessoas. Após um período de avaliação de seis meses, a empresa decidiu restringir o encaminhamento de mensagens para que as mensagens pudessem ser enviadas apenas para cinco bate-papos ao mesmo tempo. Eles ainda disseram que esta medida reduziu o encaminhamento de mensagens em 25%.

Com a pandemia de coronavírus em andamento, é muito importante oferecer aos usuários a capacidade de verificar rapidamente as informações. Várias teorias falsas já se espalharam amplamente, incluindo a crença falsa de que o 5G ajuda a disseminação do coronavírus, apenas para citar um exemplo absurdo.

Via WhatsApp

Se você gostou do artigo, nos acompanhe no Google Notícias, Facebook, Twitter e Telegram para ter acesso imediato a tudo.
Avatar de André Luiz
André atua como jornalista de tecnologia desde 2009 quando fundou o Tekimobile. Também trabalhou na implantação do portal Tudocelular.com no Brasil e já escreveu para outros portais como AndroidPIT e Techtudo. É formado em eletrônica e automação, trabalhando com tecnologia há 26 anos.
SUGESTÕES PARA VOCÊ