Snapdragon G3x Gen 1 é um chipset para video games portáteis

A Qualcomm anunciou hoje seu chipset Snapdragon G3x Gen 1, um processador que equipará futuros consoles portáteis
Avatar de André Luiz
01/12/2021 às 20:29 | Atualizado há 3 anos
Snapdragon G3x Gen 1 é um chipset para video games portáteis 1

Todos os melhores smartphones gamers usam um chipset Snapdragon, diz a Qualcomm, mas a empresa identificou um mercado relacionado que atualmente não tem uma linha de chips dedicada – consoles portáteis, dispositivos como o Nintendo Switch, que fica entre um smartphone e os consoles em casa como PlayStation e Xbox.

O primeiro chipset para esses dispositivos é chamado de Snapdragon G3x Gen 1. Os detalhes de hardware são escassos, mas o chip pega emprestado pesadamente do smartphone Snapdragons, assim como os do Snapdragon XR2 que alimenta o fone de ouvido Oculus Quest 2  VR.

 

Snapdragon G3x Gen 1 é um chipset para video games portáteis 3

A Qualcomm quer dar aos desenvolvedores uma plataforma para criar conteúdo primeiro e só então convidar os OEMs para construir consoles portáteis para os jogadores comprarem. Para isso, fez parceria com a Razer, uma empresa com vasta experiência na construção de equipamentos de jogos, para criar o kit Snapdragon G3x Handheld Development.

Não há intenção de vender o dev kit como um dispositivo de consumo, em vez disso é uma plataforma de desenvolvimento e uma demonstração do que poderia ser construído com o chip G3x.

Possui um estilhejo HDR OLED de 120 Hz que é impulsionado por uma GPU exclusiva Adreno. A meta para gráficos é 1080p a 120 fps e o sistema usará resfriamento ativo para desempenho consistente. Além disso, há uma bateria de 6.000 mAh embutida. É claro que cada OEM provavelmente vai querer configurar a capacidade da bateria e recursos de carregamento rápido. O dispositivo foi projetado com ergonomia em mente para que possa ser usado para longas sessões de jogo.

Neste momento, a Qualcomm está focando no Android como o SISTEMA OPERACIONAL para dirigir a plataforma G3x. Ele está aberto a suportar outras plataformas no futuro (pense SteamOS, etc.), mas agora a maioria dos jogos estão no Android. E a maioria deles usa controles touchscreen, então a Qualcomm fez parceria com uma empresa especializada em mapear controles na tela para joysticks de hardware, botões e gatilhos.

Snapdragon G3x Gen 1 é um chipset para video games portáteis 4

A plataforma G3x suportará os controladores nativamente e oferecerá alguns recursos avançados, como hápticos estéreo. Além disso, enquanto a intenção é que a maioria dos jogos seja executada no próprio dispositivo, o streaming de jogos terá suporte nativo.

Seja em streaming a partir do seu PC ou console ou de um serviço de nuvem como o Xbox Game Pass, o chipset G3x Gen 1 aproveita os recursos de conectividade Snapdragon para oferecer Wi-Fi 6E para conexão rápida e de baixa latência em casa e um modem 5G mmWave para jogar em movimento.

Além disso, há uma webcam de 1080p na frente, para que os streamers possam adicionar um comentário de cabeça falante sem precisar de hardware adicional.

Além dos consoles portáteis, a Qualcomm vê este chipset sendo usado para micro consoles, set-top boxes e até mesmo smart TV sticks. O kit dev suporta DisplayPort via USB-C para que ele possa ser produzido para uma TV 4K. A porta USB-C também pode ser usada para alimentar acessórios AR/VR. Pense em um fone de ouvido leve que é apenas um display, enquanto um dispositivo alimentado por G3x senta no bolso e fornece todo o poder de computação para uma experiência AR/VR portátil.

Os jogos mobile representam pouco mais da metade de toda a receita de jogos – isso significa que os jogos mobile renderão cerca de US$ 90 bilhões este ano. E a Qualcomm é uma grande fã de jogos mobile em smartphones, mas acha que agora é a hora de criar uma plataforma dedicada para uma experiência portátil.

Houve muitos consoles portáteis no passado e recentemente, mas apenas um encontrou algum sucesso real. Mas então o Switch é um grande sucesso, então consoles portáteis podem se tornar uma grande nova plataforma para fabricantes de smartphones.

 

Se você gostou do artigo, nos acompanhe no Google Notícias, Facebook, Twitter e Telegram para ter acesso imediato a tudo.
Avatar de André Luiz
André atua como jornalista de tecnologia desde 2009 quando fundou o Tekimobile. Também trabalhou na implantação do portal Tudocelular.com no Brasil e já escreveu para outros portais como AndroidPIT e Techtudo. É formado em eletrônica e automação, trabalhando com tecnologia há 26 anos.
SUGESTÕES PARA VOCÊ