Wi-Fi Mesh: o que é uma Rede Mesh? E um roteador Mesh? Vejam aqui

Rede Mesh é a solução para a maioria dos problemas enfrentados com sinais de Wifi ruim. Conheçam a tecnologia.
Avatar de André Luiz
15/10/2020 às 12:40 | Atualizado há 3 anos
Roteador Mesh Nest do Google

Rede Mesh está em alta agora, porém, como qualquer tecnologia nova – embora essa não seja nova – muitas perguntas surgem. Mas o que é exatamente Wi-Fi Mesh? E roteador Mesh, qual a função dele? Iremos responder essas questões no artigo abaixo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O que é uma Rede Mesh? (O que é Wi-Fi Mesh)

Redes Mesh Wifi já são utilizadas há alguns anos em ambientes mais específicos com bases militares e em grandes empresas da Ásia, Europa e EUA. No Brasil, o Wi-Fi Mesh é relaticamente novo, porém, comprar um roteador Mesh já é algo bem simples, pois várias marcas como Intelbrás, TP-link, Tenda e outras, já vendem vários modelos.

Mas o que é uma rede mesh? Mesh em português significa malha. Legal tradutor, mas o que significa malha mesh? Imagine que um sistema Wi-Fi Mesh aumenta a cobertura do sinal dentro de sua casa como se fosse uma malha cobrindo todo o ambiente.

Além disso, automaticamente, como tudo está conectador; o sistema faz um gerenciamento da velocidade, distribuição do sinal, cobertura, dispositivos conectados e muito mais.

Em uma rede Mesh, todos os dispositivos são conectados entre si, e isso inclui vários roteadores. Mas isso um repetidor já faz, você pode pensar, mas o funcionamento é diferente.

Em um repetidor de Wi-Fi, o sinal é repetido (dah!), porém é criada uma nova rede. Isso atrapalha, pois a mudança para essa nova rede não funciona automaticamente e, mesmo que alguns modelos prometam isso, na maioria das vezes esse chaveamento só é feiuto quando a anterior perde o sinal. Fora que a velocidade de uma nova rede conectada a outra é sempre inferior.

Já em uma rede mesh isso não existe, embora fisicamente sejam vários roteadores, tecnicamente é uma única rede. Sendo assim, a medida que você se movimenta o sistema analisa qual o roteador que está oferencendo a melhor velocidade e muda sem você precisar fazer nada. De maneira análoga, é como se você estivesse andando pela sua casa com um cabo conectado.

E o roteador Mesh, o que ele é e faz?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - OTZ

No centro das redes Wi-Fi tradicionais está o roteador, a peça-chave que transmite o sinal sem fio ao seus dispositivos. Um roteador, como o próprio nome sugere, roteia perfeitamente o tráfego de internet entre um modem conectado a internet e dispositivos habilitados para Wi-Fi, como computadores e smartphones. A maioria das pessoas esquece completamente seus roteadores – isto é, até que o sinal Wi-Fi caia.

O principal problema com os roteadores tradicionais é que o alcance dos sinais que eles enviam é limitado. Grandes edifícios que precisam de acesso à internet em vários andares geralmente têm áreas com serviço limitado ou inexistente, às vezes chamados de zonas mortas, quando a rede principal usa um roteador padrão de ponto único.

Roteadores Mesh podem ajudar a eliminar zonas mortas. Em vez de transmitir sinais Wi-Fi a partir de um único ponto, os sistemas de roteador Mesh têm vários pontos de acesso. Um ponto se conecta ao modem e age como o roteador, enquanto um ou mais outros pontos de acesso, muitas vezes chamados de satélites, capturam o sinal do roteador e retransmitem.

Sistema roteador Mesh em uma casa
Exemplo de configuração de um sistema Mesh

Roteadores Mesh são feitos para cobrir sua casa inteira com o mesmo sinal de Wi-Fi, conforme explicamos acima. É como ter entre 3 à 5 roteadores espalhados na sua casa, mas todos eles compartilham uma única e perfeita rede Wi-Fi Mesh. E os sistemas Mesh modernos têm configuração super simples, permitindo que você “mate” zonas mortas e preencha as lacunas na cobertura de sua casa, e desfrute de Wi-Fi em todos os cômodos, e até mesmo no quintal ou garagem.

Se você tem uma casa grande com layout incomum, mais de dois andares ou paredes duplas, você provavelmente encontra regularmente zonas mortas de wi-fi, e sua configuração pode ser um bom candidato para um sistema de roteador Mesh.

Vários grandes nomes surgiram como soluções populares de roteadores Mesh nos últimos anos. O Nest Wifi – também conhecido como Google Wifi Mesh – do Google emergiu como o nosso favorito atualmente, graças ao seu excelente desempenho, fácil configuração e ao movimento inovador para incluir um alto-falante embutido do Google Home nas extensões Mesh, adicionando funcionalidade de assistente de voz em toda a casa.

Porém, o do Google atualmente tem preço muito elevado, mas há kits como o Tenda Mw3 que promete cobertura de até 300 metros quadrados, em um kit com 3 roteadores por R$ 849 ou o TP-link AC1200 por R$ 754 e cobre 260 metros quadrados.

Roteador Mesh da Tenda custa pouco no Brasil
Roteador Mesh da Tenda custa pouco no Brasil

Com tal aumento de popularidade, você pode estar se perguntando se um roteador Mesh funcionaria para você. Se assim for, aqui está uma visão geral desta última atualização em rede Wi-Fi doméstica, para ajudá-lo a decidir se essa solução poderia funcionar em sua casa.

Repetidor Wi-Fi vs Roteador Mesh, quais as diferenças?

YouTube video

Vantagens de uma rede Mesh

Além de criar um sinal Wi-Fi forte e confiável, o sistema de rede mesh têm alguns outros benefícios proeminentes.

  1. Fácil gerenciamento de rede: Uma característica principal que distingue os sistemas Mesh dos roteadores tradicionais é o fácil acesso à rede que eles fornecem. Muitos sistemas de roteadores Mesh são totalmente automatizados, permitindo um gerenciamento fácil através de um aplicativo móvel, mesmo quando você não está em casa. Muitos aplicativos permitem que os usuários digitalizem rapidamente suas velocidades, cortem o acesso Wi-Fi a determinadas redes, criem redes de hóspedes, testem a qualidade entre os vários pontos de conexão e até mesmo se conectem a dispositivos domésticos inteligentes. Alguns roteadores tradicionais high-end têm recursos semelhantes, mas você geralmente terá que estar conectado à rede local a partir de uma interface web de desktop para ligá-los.
  1. Conexões simplificadas: Com roteadores tradicionais, dispositivos conhecidos como repetidores de alcance são frequentemente usados para repetir o sinal para que o Wi-Fi possa ser acessado a longas distâncias. No entanto, mesmo os melhores repetirores Wi-Fi  exigem que você crie uma rede separada, com um nome separado. Isso significa que você pode ter que trocar conexões Wi-Fi, às vezes manualmente, à medida que você se move pela casa. Um sistema de roteador Mesh, por outro lado, não requer reconexão constante, mesmo quando você se move de sala em sala. Você também não terá que lidar com tanta defasagem, pois os pontos de acesso todos transmitem o mesmo sinal, em vez de ter que rotear solicitações através de várias redes.
  2. Segurança: Juntamente com uma gestão fácil, alguns kits de roteadores Mesh vêm com bom suporte de segurança. Graças ao gerenciamento de rede fácil acima mencionado, não é difícil manter seus roteadores seguros — muitos verificam e instalam atualizações de firmware automaticamente.
  3. Integração IoT (internet das coisas) – Para tornar as casas inteligentes e totalmente conectadas, será preciso adotar este tipo de conexão. A tecnologia em malha possibilita que todos os equipamentos para rede mesh, como geladeiras, televisões, câmeras, alarmes, portões, entre tantos outros integrados com IoT, possam funcionar de forma plena, sem falhas no sinal ou baixa performance de conexão. Os sistemas mesh permitem mais equipamentos conectados ao mesmo tempo sempre entregando a melhor velocidade.

As desvantagens do Wi-Fi Mesh

Os sistemas com roteadores Mesh, como a maioria dos equipamentos de rede, possuem desvantagens.

  1. São caros: Um bom kit de roteador Mesh custará R$ 800 ou mais, com satélites adicionais custando de R$ 200 cada. Já repetidores custam muito menos que isso. Essa é uma grande diferença de preço, mesmo para a configuraões mais básicas.
  2. Recursos desperdiçados: Em pequenas casas e edifícios, roteadores Mesh geralmente apresentam uma solução maior do que o necessário. Se você não lidar regularmente com problemas de conectividade Wi-Fi, ou se você não tiver extensas demandas de internet, roteadores Mesh podem ser excessivos. Algumas zonas mortas wi-fi podem ser facilmente remediadas usando um repetidor, colocando o roteador existente em um local mais centralizado ou atualizando para um roteador tradicional com um melhor alcance, e mais barato.
  3. Mais equipamentos: Embora a maioria dos pontos de acesso ao sistema de roteador Mesh sejam pequenos e discretos, você pode precisar de vários deles para aproveitar ao máximo suas capacidades. Isso significa encontrar lugares para vários dispositivos em toda a sua casa — o que pode ser problemático para usuários que preferem manter dispositivos de rede limitados a um ou dois locais discretos.

Você precisa de um sistema de roteador Mesh?

Muitos roteadores tradicionais não cobrem grandes casas com vários andares e paredes que bloqueiam sinais sem fio. Além disso, se você está interessado em recursos smart-home, o gerenciamento remoto fácil que os roteadores Mesh oferecem através de seus aplicativos móveis é uma grande vantagem.

Por outro lado, se você mora em uma pequena casa ou apartamento e só lida com Wi-Fi de vez em quando, você provavelmente pode passar bem sem roteadores Mesh. Um extensor ou repetidor simples, ou mesmo um roteador de longo alcance, funcionaria tão bem para corrigir zonas mortas.

Se você está cansado de resets constantes de roteador ou ajustes de antena, agora é um bom momento para atualizar para um novo roteador tradicional com capacidades de distância mais longa, um kit de roteador Mesh ou um extensor — qualquer produto que melhor se encaixe em sua situação e orçamento. Todos são otimizados para lidar com obstruções domésticas e podem conectar casas em inúmeras frequências.

Existem muitos produtos de rede sem fio que podem ajudar a impulsionar um sinal Wi-Fi doméstico, então analise suas necessidades de Wi-Fi para determinar qual solução é melhor para sua casa.

 

Se você gostou do artigo, nos acompanhe no Google Notícias, Facebook, Twitter e Telegram para ter acesso imediato a tudo.
Avatar de André Luiz
Fundador e editor chefe da Tekimobile Midia. Além de empreender, trabalhou 20 anos com eletrônica e telecom até que decidiu se dedicar 100% na produção de conteúdo.
SUGESTÕES PARA VOCÊ