Porque a Meta quer banir usuários do WhatsApp GB? Perguntas e respostas

Entenda finalmente porque a Meta está banindo usuários do WhatsApp GB, quais são os perigos para você e como você pode se proteger
Avatar de André Luiz
24/03/2022 às 19:31 | Atualizado há 2 anos
WhatsApp-GB-destaque-2.jpg

A internet está revoltada, principalmente no Brasil, depois que usuários do app WhatsApp GB estão dizendo que foram banidos pela Meta.. Mas porque isso acontece? Qual o real motivo por trás? É perigoso mesmo usar aplicativos modificados? Separamos algumas perguntas e suas respostas sobre o tema para acabar com todas suas dúvidas.

Porque o WhatsApp GB foi banido?

A resposta é bem fácil: o GBWhatsApp é um aplicativo pirata.

Além disso, para criar o aplicativo, o desenvolvedor usa o código fonte original do WhatsApp como base, sem autorização da Meta, empresa dona do WhatsApp (anteriomente chamada Facebook).

Vale destacar que o usuários do WhatsApp GB usam o servidor da Meta para se comunicar com quem usa o app original.

Sendo assim, nesse caso, eles estão totalmente com a razão. Porém, esquecendo um pouco a empresa, há muitos riscos que os usuários correm, como veremos abaixo.

É perigoso usar o WhatsApp GB?

Porque a Meta quer banir usuários do WhatsApp GB? Perguntas e respostas 3

Sim, é bem sério isso. Quando o desenvolvedor altera o código original, ele pode colocar absolutamente o código que quiser ali, inclusive códigos maliciosos como malwares.

Isso já aconteceu diversas vezes. No ano passado, por exemplo, alguém distribui uma versão do FMWhatsApp – outro MOD parecido com o GB – que espalhou um vírus nos smartphones de quem o instalasse. Havia um trojan chamado Triada que é praticamente impossível deletar, nem mesmo formatando o celular. Esse vírus roubava dados dos usuários, inclusive de cartões de crédito.

Além disso, é impossível saber por qual servidor suas mensagens passam. Teoricamente, seria somente no original da Meta, mas não há garantias.

Os desenvolvedores mais conhecidos, como o HeyMods ou AlexMods, é quase certeza que não infectam seus arquivos, mas o problema é que vários sites redistribuem esses APKs com o nome deles, ou seja, podem facilmente ser modificados por uma terceira pessoa.

Mas agora a pergunta que não quer calar: Quem tem WhatsApp GB vai ter número banido?

Quem tem WhatsApp GB vai ter número banido?

Essa pergunta acima, ou “é verdade que quem usa GB vai ser bloqueado?” está recorrente na internet, segundo os trends do Google.

A resposta é depende. A verdade é que você precisa meio que ser premiado, porque são dezenas de milhares de usuários no mundo todo, mas isso pode acontecer.

Diversos usuários tem relatado no Twitter que tiveram seus números banidos. Mas o que isso significa?

Na grande maioria dos casos, o Facebook bane o usuário por 24 horas. Ao abrir o WhatsApp GB, aparece uma cronômetro regressivo, quando zera, o usuário volta a usar.

Porém, alguns usuários que já foram banidos mais de uma vez, relataram banimento eterno, ou seja: os usuários, teoricamente, nunca mais poderão usar o WhatsApp. Vale apenas o risco?

É verdade que o WhatsApp GB vai parar?

É difícil, mas pode acontecer. Só pensar o seguinte: se eles sabem exatamente que está usando aplicativos piratadas, o que impede eles de bloquearem esses apps de acessarem seus servidores?

Não é algo tão simples assim, é claro, mas se um dia a empresa Meta decidir, eles podem fazer.

Então a pergunta deve ser se vale a pena correr esse risco. Afinal, sempre terá o risco de ser banido eternamente. É difícil, mas sempre tem um bode espiatório, vai que seja você.

A conclusão é..

Sinceramente, não vale a pena correr o risco de ser banidos. Não estou dizendo que o GB não seja melhor, afinal, se ele existe é porque o original não está correspondendo aos usuários. Mas, na maioria, são funções que dá para viver sem. Ai é colocar na balança e decidir.

Se você gostou do artigo, nos acompanhe no Google Notícias, Facebook, Twitter e Telegram para ter acesso imediato a tudo.
Avatar de André Luiz
André atua como jornalista de tecnologia desde 2009 quando fundou o Tekimobile. Também trabalhou na implantação do portal Tudocelular.com no Brasil e já escreveu para outros portais como AndroidPIT e Techtudo. É formado em eletrônica e automação, trabalhando com tecnologia há 26 anos.
SUGESTÕES PARA VOCÊ